• Nome:
    E-mail:
    Telefone:
    Mensagem:
  • Se você deseja iniciar um acompanhamento, ou conhecer melhor nosso carisma, entre em contato conosco:

    Irmãs Carmelitas da Divina Providência

    Rua Caraça - 648 / Serra

    Belo Horizonte - MG

    CEP: 30220-260

    Telefone: (31) 3225-4758

    E-mail: secretgeral@carmelitasdiviprov.com.br
  • Quem Sou? De Onde Vim?


    Meu nome é Izabela Maria da Silva Santos, natural da cidade de Carandaí/MG.

    Tive o grande prazer de conhecer a Congregação das Irmãs Carmelitas da Divina Providência, através da minha participação nos Encontros Vocacionais (GOVFE – Grupo de Orientação Vocacional Feminino) em Barbacena/MG, sendo acompanhada com total apoio da Equipe Vocacional da minha Paróquia.

    No dia 08 de março, dei um passo a mais no meu chamado, ingressando na etapa inicial da Congregação – o Aspirantado, na cidade de Juiz de Fora/MG, Comunidade “Irmã Claret”. Sinto-me muito feliz com este primeiro passo do meu chamado à Vida Religiosa. Mais feliz ainda pelo que Deus vem me proporcionando em graça e conhecimento, através dos conteúdos desta etapa da Formação Inicial e, também, da experiência na vivência fraterna.

    De todo coração, agradeço a Deus por tudo o que Ele vem me proporcionando nesta nova etapa da minha vida, e pelas pessoas que têm colaborado muito nesta minha caminhada. Sinto-me fortalecida e ajudada de muitas maneiras. Você também, jovem, não tenha medo de olhar para dentro de si, e dar o seu “SIM” a Deus, como Carmelita da Divina Providência, Família Religiosa de Madre Maria das Neves, a Fundadora. Ele conta com você e espera por sua resposta.

    Por tudo que vivemos, demos graças ao Senhor!

     

    Izabela Maria da Silva Santos

     

     

     

     

    Noviciado Canônico de Gislane Paiva Araújo


    No dia 19 de janeiro, p.p, iniciei o meu Noviciado Canônico, na Congregação das Irmãs Carmelitas da Divina Providência. Esse momento se deu dentro de uma Celebração Eucarística presidida pelo Padre Paulo Dionê, pároco do Santuário Santa Rita de Cássia, em Viçosa/MG.

    Momento muito significativo para mim, e para a Congregação, ao realizar o início   desta nova Etapa de Formação dentro do Ano Vocacional Congregacional. Tempo especial que tem a intenção de nos animar a vivenciar, com mais intensidade, as dimensões da Contemplação, Fraternidade e Serviço, que são exigências da nossa Espiritualidade e Carisma.

    Na homilia, Padre Paulo destacou a importância de levar em nosso alforge, a exemplo de Davi, o nosso sim, tudo o que somos, o Diretório, as Constituições e o que a Congregação oferece. Além disso, falou-nos da necessidade de nos revestirmos da fé e da confiança, para enfrentarmos os “filisteus” de hoje, que querem nos desviar do caminho e do projeto de Deus. Recordou que a maior riqueza que podemos ofertar é a nós mesmos, o nosso sim, que é construtivo. Dirigindo-se mais especificamente a mim, disse que a maior riqueza e contribuição no Ano Vocacional é o testemunho jovem.

    Ao expressar minhas disposições interiores para vivenciar esta nova Etapa, sinto que o meu desejo é de continuar caminhando, com esperança em dar o meu sim, primeiramente, a Deus, e, também, à Congregação, e de aprofundar a espiritualidade e o carisma, e crescer no sentido de pertença.

    Louvo e agradeço a Deus, por mais um passo na minha caminhada de busca e discernimento da vontade de Deus, e por esta querida família Religiosa, que me ajuda e acolhe com tanto carinho e fraternidade.

     

    Noviça Gislane Paiva Araújo

    Ano Vocacional Carmelita da Divina Providência


    “A tua vocação orienta-te para tirares fora

    o melhor de ti mesmo para a glória de Deus

    e para o bem dos outros”.

    (Papa Francisco)

     

    A Congregação das Irmãs Carmelitas da Divina Providência está vivenciando o Ano Vocacional, o qual foi instituído em 02 de dezembro de 2021, e será concluído em 02 de dezembro de 2022.

     

    A Equipe Central da Dimensão da Pastoral Vocacional, em comunhão com o Serviço de Animação Vocacional da Congregação (SAV/CDP), pensou, planejou e organizou a proposta desse momento, com grande entusiasmo, alegria e esperança de que seja um tempo forte de oração, acolhida, integração e revitalização da vocação, o chamado, que Deus faz a cada pessoa, individualmente.

     

    O Tema norteador desse Ano será: “Vem e segue-me” (Lc 18,22), e o Lema:“Servir a Deus, aos pobres e aos enfermos” (Madre Maria das Neves). Assim somos imersas/os no mistério do convite que Jesus lança a todas/os, bem como no cerne do Carisma da Congregação, buscando, dessa maneira, cultivar a cultura vocacional, enraizada na dinâmica vivencial da Carmelita da Divina Providência.

     

    Consideramos, portanto, que o desejo central deste momento histórico, em nossa caminhada congregacional, une nossa voz à de Irmã Imaculada Resende, Superiora Geral, para dizer que este tempo “será uma bênção para todas nós, retomar, nas mãos e no coração, nossa caminhada vocacional, buscando perceber, desde o início, o carinho e a ternura de Deus em nossa vivência, e nosso desejo profundo de recordar o Primeiro Amor”. E dessa forma “será a oportunidade, de maneira muito especial, de dedicarmos todo o nosso empenho em prol das Vocações à Vida Consagrada e Leiga no Carmelo de Madre Maria das Neves, através da nossa oração, testemunho e atividades junto à juventude e famílias, nos diversos espaços em que estamos inseridas”.

     

    Oxalá possamos deixar Deus ser em nós e, assim, exalar, no mundo, o perfume do amor que vem dEle, tocando aquelas que desejam se consagrar ao Deus da vida.

     

    Convidamos vocês para nos acompanharem durante este ano, seja participando dos eventos, ou em comunhão de orações. Neste primeiro momento, partilhamos com vocês a mobilização de nossas Comunidades, preparando o “Cantinho Vocacional”, espaço que será para nós o local simbólico da caminhada vivencial deste Ano.  Confira, abaixo, os “Cantinhos” sendo construídos por nossas Irmãs.

    Irmã Luciana Flávia Gonçalves



    Comunidade "José e Maria" - Petrolina/PE


    O Cantinho Vocacional da nossa Comunidade José e Maria, Petrolina, apresenta no centro Nossa Senhora do Carmo, a nossa Flor do Carmelo. No alto o quadro de Madre Maria das Neves contemplando o cenário: a realidade da nossa missão Carmelita da Divina Providência. As quatro primeiras Irmãs (quadro) e todas as outras Irmãs, representadas pelas flores vermelhas, como reflexo, de seguidoras de Jesus, que está representado pela vela de cor vermelha. O pano marrom representa o Monte Carmelo e o pano verde claro, mesclado com o marrom representa a esperança de que este ano Vocacional significa para cada uma de nós, chamadas a aprofundar e a renovar a nossa Consagração. Nesse sentido, temos, também, o verde das plantas e das letras da faixa do Ano Vocacional. O Cantinho está localizado na sala de cima, lugar propício para a meditação e a oração.



    Comunidade "Madre Maria das Neves" - Olinda/PE


    Construímos nosso cantinho vocacional em mutirão. Colocamos os símbolos: a Bíblia, palavra que nos guia e é o chão de nossa vida, Madre Fundadora, que se deixou guiar por essa Palavra, o barquinho sobre o mar (Avancem para águas mais profundas...). Confiamos na intercessão de Madre Maria das Neves pelas nossas vocações verdadeiras e santas. E o caminho se faz!



    Comunidade "Irmã Tereza de Jesus" - Cataguases/MG




    Comunidade "Irmã Claret" - Juiz de Fora/MG




    Comunidade "Nossa Senhora de Nazaré" - Itaituba/PA




    Comunidad Misionera de "Santa Teresita Del Niño Jesus" - Puyo/Equador


    Nosso Cantinho Vocacional está na sala de entrada de nossa Comunidade, onde já tínhamos os quadros de nossa Fundadora e Madre Bernadete. Escolhemos este lugar visível a todos que chegam a nossa casa. Estão aí o Banner e a oração vocacional, dentro da mokau cerâmica, típica daqui, de cuja fabricação e venda muitas famílias de nossa Paróquia sobrevivem. Sempre está adornado com flores.



    Comunidade Madre Santa Face - Viçosa/MG


    Aqui está nosso cantinho vocacional da comunidade Madre Santa Face, em Viçosa/MG. Nossa intenção foi de colocar o cartaz do Ano Vocacional e a oração bem na entrada da sala de acolhida, para que quem chega, assim como quem vai à capela, se lembre das vocacionadas, cujos nomes estão no barquinho, esperando que Jesus conduza essa barca. Assim, dentre tantos nomes ali colocados, possam surgir algumas que desejam continuar remando com Jesus, sem deixar o barco desviar da rota. Que elas, durante este ano, avancem para as águas mais profundas, buscando e assumindo nosso carisma. Amém



    Casa Central – Belo Horizonte/MG


    Aqui, em nossa Comunidade “Casa Central”, o lugar que escolhemos para o nosso Cantinho Vocacional fica na sala de passagem, ao pé da escada, local de grande movimentação, pois por ali passamos o dia todo. Além disso, quem chega a nossa Comunidade, ao adentrar seu interior, tem a possibilidade de contemplar o mesmo. Assim, temos a oportunidade de poder, no dia a dia, estar em sintonia e comunhão orante com este momento vocacional em nossa Congregação.
    Os símbolos que compõem o nosso cantinho são muito simples, mas cheios de significados para nós. Temos o Quadro do Ícone preparado para marcar o Ano Vocacional, a Vela confeccionada para a Celebração Eucarística de abertura do Ano Vocacional, o Quadro de Nossa Madre Fundadora, com o seu doce olhar materno que nos contempla e acolhe; um vasinho de folhagem, verde e pequenino, o qual representa a vitalidade e a esperança; Vela Votiva, que fica acesa, diariamente, na intenção dos trabalhos do Governo Geral e, portanto, na intenção das vocações de nossa Congregação; um Barco, contendo o Projeto do ano Vocacional e os nomes das jovens que nos procuram. Compondo também o ambiente, temos nossa espiritualidade carmelitana, representada pelos quadros de Santa Teresa D’ávila e São João da Cruz e, no centro, está a figura de nossa Mãe Santíssima, esculpida em madeira, segurando o Menino Deus, que é carinhosamente embalado e afagado com ternura. Essa imagem representa, assim, todas nós na caminhada vocacional, ajudando-nos a compreender que a vocação é dom de Deus e busca diária, amparadas por Maria no seguimento de Seu Filho Jesus.

    Testemunho Vocacional - Irmã Gorete


    CLIQUE AQUI, e confira o Testemunho Vocacional de nossa Irmã Gorete! 

    Entrada no Noviciado


    Desde que iniciei a minha caminhada vocacional, tenho sido movida, e animada pelo Espírito Santo, a buscar a vontade de Deus Pai. Por isso, em meu caminho de busca, oração e discernimento, ingressei na família religiosa de Madre Maria das Neves em 2018, fazendo a minha primeira Etapa de Formação, o Aspirantado, em Betim/MG, e, depois, o Postulado, em Juiz de Fora/MG.

     

    Hoje, animada e movida pelo Espírito Santo, continuo me esforçando para dar a minha resposta a Deus Pai. E, acreditando ser, até o momento presente, esta minha vocação e caminho, dou o meu sim, com alegria e esperança, para iniciar mais uma etapa na minha formação: o Noviciado, nesta querida Congregação das Irmãs Carmelitas da Divina Providência, com o desejo de crescer no amor a Deus, segundo a espiritualidade do Carmelo e o carisma de nossa Fundadora, e no sentido de pertença, responsabilidade e compromisso com esta Família Religiosa, contribuindo, apesar das minhas limitações, com os meus dons e possibilidades.

     

    Por fim, manifesto a minha gratidão a todas que me acolheram, acompanharam, e me ajudaram, até o momento, para estar aqui.

     

    Noviça Gislane Paiva Araujo – Viçosa, 19 de julho de 2021

     

    CLIQUE AQUI E CONFIRA O TESTEMUNHO VOCACIONAL DA NOSSA NOVIÇA GISLANE

    Celebrando 90 anos


    Celebrar o dom da vida é uma grande graça que Deus nos concede, e eu, há noventa anos, agradeço a Deus essa grande dádiva que me foi concedida viver com alegria, desde o meu nascimento, em 23 de maio de 1.931, até os dias de hoje, tendo nascido em uma família que me educou na fé, na vivência dos valores cristãos e um grande amor a Nossa Senhora.

    Os anos foram passando e eu fui sentindo, dentro de mim, o chamado à Vida Consagrada, como Carmelita da Divina Providência, nos últimos anos, no Colégio Carmo de Cataguases.

    Sempre escolhi, para dar os meus passos uma data que me falasse de Nossa Senhora, porque foi com o título de Imaculada Conceição que vivenciei sua devoção, e a ­­­­­­­­venerei em minha casa e família. Escolhi, então para revelar e comunicar esse desejo à minha mãe, o dia 31 de maio de 1.951, que se tornou muito significativo para mim. Minha mãe, depois de me ouvir e escutar, disse: “eu já estava esperando isto”.

     

    Tudo é graça, tudo é dom. 90 anos são passados, e a fidelidade de Deus me sustentando, me envolvendo e me ajudando a ser fiel ao Seu chamado, vencendo as dificuldades, porque, quem não as tem? Sofrimentos com a perda de minha mãe, irmãos e a última, minha querida Irmã Mercês. Fiquei só, mas tenho uma família que me quer muito bem, e não se esquecem de mim, além da minha família congregacional, da qual tudo recebo.

    No dia 23 de maio, data do meu nascimento, dia de Pentecostes, fomos convidadas para o almoço na comunidade do Carmo, muito bem preparado, com gosto de fraternidade e amizade. Para comemorar, em minha comunidade, os meus 90 anos, escolhi, de acordo com o meu desejo e das Irmãs, a possibilidade da Celebração Eucarística, que é o centro da nossa vida e a fortaleza para a nossa caminhada.

     

    Aqui no Educandário, para nós, Irmãs, no dia 31 de maio, Visitação de Nossa Senhora, Padre Jorge, Pároco, aceitou celebrar e, com ele, Padre João Batista, o vigário. Eucaristia, momento forte e próprio para agradecer, e externar minha gratidão pela minha vida, meus 90 anos. Padre Jorge, em sua homília, deixou-nos muito agradecidas e enriquecidas com suas palavras.

     

    Tudo aconteceu neste ambiente alegre, bonito, saudável e bem preparado, na varanda espaçosa do Educandário, com vistas para o jardim, que tantas pessoas apreciam, e se encantam, também com os passarinhos. Terminando a Eucaristia, no momento de ação de graças, deixei umas palavras de gratidão e agradecimentos para todos, daquilo que, na simplicidade, brotou do meu coração. O Magnificat foi entoado e, como Maria, minha e nossa mãe, também agradeço a Deus a minha vida, pedindo que Ele me ajude a escutar o que Ele me diz, até o final dos meus dias, testemunhando o amor e a fraternidade, como é o meu desejo de Carmelita.

     

    Após a benção final, caminhamos para outro espaço bem ornamentado, tendo à frente a Irmã Lucenir e funcionários, onde já nos esperavam gostosos alimentos, e todos se serviram à vontade e a gosto. Muitas fotos foram tiradas, para ficarem registrados os meus 90 anos de vida e graças a Deus que, em sua infinita bondade, me concedeu. À minha Comunidade, que tudo preparou em união, e às Irmãs do Carmo, pela presença amiga, externei meus agradecimentos pela fraternidade e amizade, por tudo o que foi feito e realizado.

     

    Peço a Deus que recompense a todas por este gesto bonito de fraternidade, e também às Irmãs das diversas Comunidades, pelas mensagens e telefonemas que recebi.

    Deus seja louvado!

     

    Irmã Maria Auxiliadora Fernandes

    Quero, Maria, ser sim também, Deus é a herança que escolhi


    Desde o mês de janeiro de 2021, estamos vivendo profundamente, um tempo de ação de graças: 25 anos de presença missionária em Puyo, 02 março – nascimento – e 08 de março – Páscoa definitiva de Madre Maria das Neves. Somando a tudo isso, meus 25 anos de Vida Religiosa Consagrada. Momento em que o Senhor fixou Seu olhar sobre nós, e nós n’Ele, e, assim, fomos, ao longo da história, nos comprometendo com o Serviço ao Reino, a exemplo de nossa Fundadora.

    Celebrar 25 anos é celebrar o amor de Deus por cada uma de nós, é dádiva, é ter a alegria e a certeza de estar sempre com Ele, que caminha e faz história conosco. Posso confirmar: “Aquele que nos chamou é fiel, fiel és Aquele que nos chamou”.

    Fazendo uma releitura na minha vida, desde o seio da minha família, através de meus pais e irmãos, já percebia algo que não era tão claro, porém, insistente.

    Nas etapas de Formação, Ele mesmo se encarregou de colocar outras pessoas, que me ajudariam neste processo de entrega/doação – “infinitas graças vos damos meu Deus!”. Assim, se foi solidificando o meu chamado, a ponto de dizer, como Maria: Faça-se em mim... Deus é a herança que escolhi.

    Virando um pouco a “página”, não por coincidência, nem por casualidade, mas por Providência Divina, quando, mesmo sem clareza do que ia passar, participava do envio de nossas Irmãs para esta missão em Puyo – Equador, acredito que eu já estava inscrita para, depois de várias experiências, em diversos lugares, compartilhar também a minha vida e missão aqui, e celebrar um duplo 25 anos em terras equatoriana.

    O meu sentimento, hoje, é de gratidão por todos aqueles (as) que fizeram e fazem parte do meu caminho.

    Nesta caminhada para Deus e para os irmãos, o segredo sempre será: permanecer no Coração de Deus, no colo d’Ele, e auscultar, com os ouvidos e o coração, o que Ele vai nos pedindo daqui para frente. Confiando na promessa “não temas... Eu te chamei pelo nome, tu es Meu (minha)” (Is.43,1), seguirei caminhando em direção d’Aquele que “É”, à luz do Seu Espírito.

    Irmã Marieta Raimunda dos Santos

    Missão Ad-gents Puyo/Equador

    Somos seres de encontro


     

    Fomos criados para nos encontrar com um Outro – Deus; um outro - o próximo. E comigo mesma. Desde quando fomos gerados no seio materno, peregrinamos nesta busca de descobrir que somos seres de encontro, todos feitos do mesmo barro, e chamados aviveremplenitude.

     Na tentativa de responder a este chamado universal, nós, Irmãs Carmelitas da Divina Providência, estamos, há 25 anos, em Puyo, no Equador.

    Atualmente, moramos numa paróquia da periferia, bairro Santo Domingo, onde atendemos às necessidades pastorais e sociais do lugar, por meio do acompanhamento às comunidades, às criancas, adolescentes, jovens e, também adultos, através da catequese. Damos também assistência às familias, idosos e doentes levando a Eucaristía e ajudando nas necessidades de alimentação, vestimenta, remédios.    

    Boa parte dos moradores daqui são indígenas e, por isso, imigram muito. As pessoas vivem ao léu, sem pouso certo. Umas vendem o que plantam, outras vendem seus artesanatos, alguns trabalham no comércio, na saúde  ou em escolas.

    Nossa casa fica abaixo da igreja, e é o ponto de referência para o povo. Muitas são as pessoas que chegam, para pedir auxílio e apoio, seja humano, espiritual ou econômico.

    Neste tempo de pandemia, testemunhamos a generosidade e solidariedade deste povo, doando alimentos e roupas para quem necessita. Também nos sentimos muito cuidadas por eles, como chamadas telefônicas, mensagens e recomendações, trazendo o almoco já pronto, frutas, verduras, leite, etc.

    Morar aqui é fazer uma experiência muito bonita da Providência de Deus na nossa vida, e na vida das pessoas, assim como de gratuidade e generosidade. Trago aqui o exemplo de uma catequista bem pobre, que tem muitas dificuldades financeiras, e mora numa casa bem pequeña. No pior momento da pandemia, acolheu na sua casa 4 jovens da Colômbia, que nao tinham como voltar, por estar tudo fechado. É assim nosso povo, humilde, generoso e batalhador.

    Faço o convite a você que está lendo: Vinde e vede!

    Irmã Viviana Beatriz Porra

    Missão Ad-gents Puyo/Equador

    Primeira Profissão Religiosa


    No dia 8 de Setembro de 2020 – Festa da Natividade de Nossa Senhora – fiz minha profissão religiosa na Congregação das Irmãs Carmelitas da Divina Providência. A Celebração Eucarística aconteceu na Igreja da Comunidade Nossa Senhora de Lourdes – Viçosa/MG, e foi presidida pelo querido Pe. Paulo Dionê Quintão, pároco do Santuário Santa Rita de Cássia, e concelebrada pelos padres José Evangelista Gomes, vigário na Paróquia Santa Rita de Cássia, e Cônego Lauro Sérgio Versiani Barbosa, pároco da Paróquia Nossa Senhora de Fátima.

    Devido à pandemia do novo Corona Vírus, houve poucas Irmãs presentes na Celebração, e também sem a presença dos meus familiares e amigos. Assim, a Missa foi transmitida pelo Youtube da Congregação das Irmãs Carmelitas da Divina Providência e da Paróquia Santa Rita de Cássia, possibilitando a participação de todos que gostariam de se fazer presentes. Esse momento foi celebrado com unção e amor.

    Com palavras entusiásticas, Pe. Paulo Dionê me encorajou a carregar sempre, em minha “mochila”, a Fé e a Humildade, a exemplo de Nossa Senhora, que acolheu sua Missão, e se abandonou confiante nos braços ternos do Pai. Ainda trouxe, em sua reflexão, a imagem de Maria ao pé da cruz, que soube perseverar na fé, abraçando o Projeto do Pai. “...cultive essa humildade e fé nas promessas de Deus, para que o Senhor concretize na sua vida o propósito que Ele tem...” Pe. Paulo me lembrou que não estou sozinha nesta jornada, e que sempre devo me recordar daqueles que caminharam e que caminharão comigo.

    A seguir, Ir. Maria Imaculada Resende Pereira – Superiora Geral, acolheu minha Profissão Religiosa. Enquanto assinávamos a fórmula, cantamos: “Virgem Mãe dos Carmelitas, vossa bênção derramai, sobre os Filhos rumo ao Pai...”.  Pelas mãos de Ir. Leonor de Jesus Garcia, recebi o Escapulário do Carmo, como sinal visível do meu compromisso de estar sempre a serviço de Deus e dos Irmãos, a exemplo de Nossa Senhora.

    A minh’alma engradece o Senhor por este momento especial na minha vida. Agradeço à Congregação pela acolhida fraterna e apoio; a minha família, pelo estímulo na caminhada; às minhas formadoras – Ir. Terezinha Rodrigues de Lima (Mestra de Aspirantes), Ir. Sebastiana Pereira Pires (Mestra de Postulantes) e Ir. Rita de Cássia Silva (Mestra de Noviças), que, com ternura e firmeza, me ajudaram a crescer no Seguimento de Jesus Cristo, e a me encantar pela Missão da Família de Madre Maria das Neves. À Comunidade Nossa Senhora de Lourdes, pelos trabalhos pastorais que experienciei neste tempo de formação e por nos ter cedido o espaço para a Celebração e confraternização. O( Bom Deus os recompense com infinitas graças. Gratidão aos Irmãos (ãs) de caminhada, das muitas comunidades onde passei, Deus os abençoe, por me terem ajudado a amadurecer meu chamado à Vida Religiosa Consagrada. Meu carinho e ternura à Ir. Alenir Pedrosa que, com criatividade, confeccionou o convite para minha 1ª Profissão, e, pelas Redes Sociais da Congregação promoveu toda a divulgação desse momento. Muito obrigada à Comunidade do Noviciado Nossa Senhora do Carmo, pelos dois anos de convivência fraterna, apoio e suporte na formação. Minha gratidão e ternura às Irmãs da Comunidade da Casa Central e a Ir. Júlia Antônia dos Passos, pela presença fraterna, nos ajudando na organização da casa e da liturgia.

    Fui envolvida de profunda alegria, gratidão e confiança em Deus. Meu coração recordava com carinho todo processo vocacional percorrido até aquele momento. Eu me senti amada pelo Senhor e por meus Irmãos (ãs) – que, com telefonemas e mensagens, me enviaram apoio e incentivo.

    Que a Festa da Natividade de Maria, nossa Mãe, em que confirmei minha pertença a Família de Maria das Neves, pela Profissão dos Votos, me ajude a caminhar com olhos fixos no Senhor, para que, pela graça de Deus, eu renove, no cotidiano da Missão, meu compromisso de “servir a Deus, aos pobres e enfermos!”. Sigo confiante e, como o salmista, exclamo: “Exulto de alegria no Senhor!”

    Irmã Beatriz Marques Dias

     

    Testemunho Vocacional


    Meu nome é Gislane, tenho 21 anos, e sounatural de Viçosa. Atualmente resido em Juiz de Fora- MG, na Comunidade “Fraternidade Carmo”, como Postulante da Congregação das Irmãs Carmelitas da Divina Providência.

    A minha caminhada vocacional, propriamente dita, nesta congregação, se iniciou quando, ouvindo a canção, “Vinde prestes ao Carmelo”, percebi, na imposição do escapulário, o sinal de Deus que confirmou a minha busca. Assim, compreendi, por meio deste acontecimento, o Seu convite para fazer parte desta Família Religiosa.

    Movida de alegria, esperanças e desejos, comecei a minha caminhada de discernimento em Betim, onde permaneci por quase dois anos. Animada a continuar dando minha resposta ao Senhor, no dia dois de fevereiro de 2020, data em que recordamos a “Apresentação do Senhor”, iniciei uma nova fase formativa: o Postulantado.

    O que mais vem me encantando, na espiritualidade é a vida de oração no Carmelo, que tem como missão ser sinal da Igreja orante no mundo. Deste modo, nossa vida comunitária é organizada e centrada na escuta da Palavra e na participação diária da Eucaristia.

    A comunicação do amor de Deus, no Carmelo de Madre Maria das Neves acontece na escola, na saúde, na catequese, e em muitos outros espaços. Como postulante, me engajei na catequese com crianças menores e no Colégio Nossa Senhora do Carmo, aqui em Juiz de Fora, como auxiliar de turma na Educação Infantil.

    No entanto, em virtude da pandemia, não pude dar continuidade a essa missão e, como todos, tivemos que assumir uma nova missão: sermos, mais do nunca, testemunhas da alegria, da esperança, da fraternidade e da fé. Hoje, apesar das dificuldades causadas pelo isolamento social da Pandemia COVID-19, vejo a graça de Deus em minha vida, pois cresci na convivência fraterna, na descoberta de novos dons para serem colocados a serviço, e na percepção das minhas limitações, que devem ser trabalhadas em torno do amor. Além disso, os estudos e retiros mensais tem me ajudado no meu processo de autoconhecimento, de retomada e consciência da minha história pessoal e vocacional, assim como no discernimento da vontade de Deus em minha vida.

    Atualmente, já há quase um ano da minha formação como postulante, continuo me esforçando para que, no dia a dia, possa crescer em santidade, no amor a Deus e ao próximo, pela vida de oração. Com o desejo de continuar o discernimento da minha vocação e missão, inspiro-me em Elias e Maria e no exemplo de Madre Maria das Neves, a fundadora da nossa Congregação, e nas suas palavras: “Servir a Deus, aos pobres e aos enfermos” com as quais tenho me identificado. 

    Postulante Gislane Paiva de Araújo

    

    Rua Caraça, 648 / Serra / Belo Horizonte - MG / CEP: 30220-260
    E-mail: secretgeral@carmelitasdiviprov.com.br
    Telefone: (31) 3225-4758

    Irmãs Carmelitas
    Da Divína Providência