Últimas Notícias


Missa de Nossa Senhora do Carmo - Teresópolis

No dia 16 de julho a família Carmo Teresópolis se reuniu para celebrar Nossa Senhora do Carmo. A data especial foi festejada com Santa Missa no Ginásio do Colégio. A cerimônia foi presidida pelo Padre Fabiano Motta, pároco de Santa Teresa D’Ávila.

A celebração teve a participação da equipe diretiva, coordenação, professores, funcionários, alunos, pais, responsáveis e convidados. Padre Fabiano destacou em sua homilia a importância da veneração à Virgem Maria, mulher que se entregou a Deus para que Jesus viesse ao Mundo. O sacerdote também contou a história da aparição da Virgem Maria aos Carmelitanos e do Escapulário, presente deixado para os fieis.

As músicas da liturgia foram conduzidas pelos professores Claudenilson e Felipe, contando com especial participação da ex-aluna Camila Emanuelle nos cânticos. Alunas do Ensino Médio prestaram homenagens à Nossa Senhora do Carmo, entregando flores no altar erguido especialmente para receber a imagem. Elas também fizeram a entrada solene da Bíblia Sagrada para a Liturgia da Palavra.

No ofertório, além do Pão e do Vinho que seriam consagrados, foram entregues ao altar do Senhor objetos que fazem parte da rotina do CARMO, como brinquedos, livros e agenda. Um capelo e um canudo, remetendo à formatura da 3ª série do Ensino Médio, também foram ofertados.

Após a Liturgia Eucarística, momentos de emoção. A pequena Isadora, aluna do 2º ano, vestida como a Virgem do Carmo, entrou na quadra conduzindo um cestinho com os Escapulários que seriam impostos nos fiéis que participaram da Santa Missa. Enquanto ela entrava, as crianças entoavam o cântico “Sou todo teu, ó Mãe”, aumentando a dose de emoção.

Ao final da celebração, após a bênção, Padre Fabiano fez a benção e a imposição dos Escapulários.


A Vida Clama..

Partilho com vocês um pouco de minha experiência no Haiti, nos dias 5 a 26 de julho, quando estive conhecendo a Comunidade Intercongregacional da CRB, onde está nossa Ir. Ideneide e mais 4 Irmãs de diferentes Congregações.

Fizemos o tríduo de N. Senhora do Carmo com a comunidade das Irmãs e, no dia 16, celebramos missa e almoçamos com amigos.

Pude experimentar a insegurança em que vivem as Irmãs e tantos missionários brasileiros que doam sua vida ao povo haitiano.

Quando cheguei o país estava em pé de guerra, o povo protestava contra o aumento dos combustíveis em mais 50%. Aumento abusivo que acabava de assolar a vida dos pobres, a grande maioria aí, sobrevive com 1 dólar por dia, comendo apenas uma vez ao dia.

O governo voltou atrás e a vida seguiu seu compasso. Pudemos então ir todos os dias para  bairro Corail, onde as Irmãs atendem gestantes, crianças, mulheres, adolescentes, jovens e idosos, desenvolvendo várias ações de promoção e resgate da vida mais ameaçada.

Realizam aí vários projetos: costura com cursos e fabricação de roupas com bordado haitiano e outros; artesanato com crianças e adolescentes; fabricação de vassouras de pet, sandálias, sabão caseiro;  futebol, música, dança. O projeto de saúde e nutrição faz o controle mensal do peso das gestantes e crianças, e as acompanha com a multimistura fabricada com a ajuda das mães. Também oferece uma refeição diária aos participantes dos diferentes projetos. Um grupo de mulheres se reveza para fazer a comida.

Como a situação de vida é muito precária são frequentes as doenças, e muitos, vão aí cada dia consultar-se com a Irmã que trabalha com a medicina alternativa. Os remédios são fabricados com a ajuda de grupos.

A vida clama em todas as suas formas: há falta de comida, de água, de luz elétrica, de saúde pública, de calçamento, saneamento básico, de coleta de lixo, de compaixão e dignidade pela vida. Sobra pobreza, miséria, fome, analfabetismo, descaso político com a dor dos mais pobres. Existe também uma minoria de ricos, os grandes supermercados. Quem tem dinheiro pode comprar de tudo!

O que vi de bonito: As congregações religiosas estão presentes nas áreas de saúde, Educação, promoção social. Há um bom grupo de missionários brasileiros que têm uma bonita união e convivência fraterna para ajudarem-se e ajudar ao povo. O que fazem pode ser pouco, mas já é algo.  Cada um vai colocando seu grão de areia!

O povo, mesmo com tanto sofrimento é alegre, gosta de cantar e dançar. Gostam do Brasil, pois por todo lado se vê a nossa bandeira!

Um grande desafio é a língua, porém a linguagem do amor fala mais alto! Pude contribuir no aperfeiçoamento do corte e costura com pessoas que já fizeram o curso e falta-lhes prática, também com o bordado em camisetas. Como são coisas práticas a linguagem dos gestos e a tradução das Irmãs nos ajudou na compreensão!

Para mim, foi uma experiencia muito forte, estar tão perto da miséria humana, como também sentir a insensibilidade humana diante do clamor da vida que aí vale muito pouco, ou nada!

Vem a minha memória, realidades bem parecidas que como congregação já vivenciamos, no norte de Minas, em Mirangaba, em Ibimirim, em Puyo e também no início, nossas primeiras Irmãs que ultrapassaram fronteiras para ir a lugares que ninguém queria ir, prestando serviços de Educação, saúde – promoção da vida!

Reflitamos: que fronteiras devemos atravessar hoje como Congregação? Que realidades clamam por vida, escuta, presença, doação, solidariedade, entrega?

As vezes é preciso deslocar-nos para a outra margem, para ver as coisas sob outra perspectiva, com um olhar mais profundo, humanizador!

“Se partes teu pão com o faminto... brilhará tua luz como a aurora”(Is. 58,7-8).

Ir. Gorete - Equador

 


Festividades em honra a Nossa Senhora do Carmo – Carmo de Juiz de Fora

As festividades em honra a Nossa Senhora do Carmo aconteceram entre os dias 7 e 15 de julho, às 19h, no Anfiteatro Irmã Clotilde. Houve a presença dos pais, dos educadores, dos alunos e das Irmãs Carmelitas da Divina Providência. A cada dia, uma turma homenageou Nossa Senhora e um tema fez parte da Celebração:

 

7 de julho – 1º dia da Novena

Tema: Maria, a primeira seguidora de Jesus

Participação e homenagem: Alunos da Educação Infantil

8 de julho – 2º dia da Novena

Tema: Maria, a primeira que acreditou

Participação e homenagem: Professores

 

9 de julho – 3º dia da Novena

Tema: Maria, a primeira que anunciou

Participação e homenagem: Alunos dos Terceiros Anos

 

10 de julho – 4º dia da Novena

Tema: Maria, a primeira que glorificou

Participação e homenagem: Alunos dos Quartos Anos

 

11 de julho – 5º dia da Novena

Tema: Maria, a escolhida sem pecado original

Participação e homenagem: Alunos dos Nonos Anos

 

12 de julho – 6º dia da Novena

Tema: Maria, a primeira que tocou em Jesus

Participação e homenagem: Alunos dos Quintos e dos Sextos Anos

 

13 de julho – 7º dia da Novena

Tema: Com Maria, queremos trabalhar na messe do Senhor

Participação e homenagem: Alunos dos Primeiros e Segundos Anos

 

14 de julho – 8º dia da Novena

Tema: Com Maria, queremos ser Igreja em saída

Participação e homenagem: Coroação das mães

 

15 de julho – 9º dia da Novena

Tema: Com Maria, queremos ser discípulos e missionários do Senhor

Participação e homenagem: Terceira Série do Ensino Médio

 


Novena e Festa de Nossa Senhora do Carmo - Cataguases

Durante os dias 07 a 15 de julho, na Capela do Colégio Carmo, em Cataguases, aconteceu a Novena em honra a Nossa Senhora do Carmo.

Foram dias de profundas reflexões sobre Nossa Senhora, celebrada e rezada nas Celebrações. Contamos com a presença e participação da comunidade escolar e ex-alunos do Colégio Carmo, diversas comunidades, grupos e movimentos da Paróquia Santa Rita de Cássia e Nossa Senhora do Rosário, que cuidaram da Liturgia, dos cantos, até de singelas homenagens à Virgem Mãe do Carmelo. Agradecemos a presença fraterna dos padres Jorge Luiz Passon, João Paulo Martins da Silva, José Carlos Ferreira Leite, Antônio Luiz da Silva e Wanderson Paulo Silva Pereira que presidiram as Celebrações Eucarísticas.

Em atenção ao ano do laicato, duas Celebrações da Palavra que ocorreram nos domingos 8 e 15 de julho foram presididas por dois leigos (Sr. João Carlos de Oliveira e Sr. Sebastião Colinas, respectivamente) que ofereceram a comunidade riquíssimas meditações acerca da vida de Maria.

A grande festa, dia 16 de julho, foi presidida por sua Reverendíssima Dom José Eudes Campos do Nascimento e concelebradas pelos Padres Jorge Luiz Passon e João Paulo Martins da Silva, pároco e vigário do Santuário Santa Rita. Dom José Eudes pontuou, em sua homilia, sobre o trabalho e a presença das Irmãs Carmelitas, a devoção do Escapulário, o exemplo de Maria como discípula e missionária, especialmente neste ano dedicado aos leigos.

Nós, Irmãs Carmelitas da Divina Providência, renovamos os compromissos de nossa Consagração durante a Celebração, na esperança que Maria, a Senhora do Carmelo, nos ajude em nossa missão de comunicar a contemplação.

Irmã Alenir Pedrosa

 

Veja Mais

Lugares da nossa missão

Goiás

- Goiânia

Amazonas

- Manaus

Pará

- Itaituba

Equador

- Puyo

Pernambuco

- Ibimirim

- Petrolina

- Olinda

- Sapucarana

Espírito Santo

- Anchieta

Haiti

- Porto Príncipe

Canadá

- Montreal

Angola

- Luanda

Ceará

- Caririaçu

Rio de Janeiro

- Angra dos Reis

- Rio de Janeiro

- Teresópolis

- Saquarema

Eventos

Animação Vocacional

Veja Mais


Rua Caraça, 648 / Serra / Belo Horizonte - MG / CEP: 30220-260
E-mail: secretgeral@carmelitasdiviprov.com.br
Telefone: (31) 3225-4758

Irmãs Carmelitas
Da Divína Providência